Black Billy

Tuesday, June 06, 2006

Escrevo porque...

Eu tenho prazer em escrever porque quando escrevo palmilho minhas cavernas, meus ecos. Pacifico meus temores. Suavizo dores. Adormeço medos.

Escrever é dissipar nuvens, buscar o outro, fragilizar-se, fortalecer-se. É, ainda, contar épocas, reavaliar os passos, reafirmar idéias, expandir-se.

Eu tenho prazer em escrever porque preciso pavimentar os caminhos, abrir vias secundárias, transitar, ajustando-me ao meu próprio tempo.

Escrevo porque preciso cunhar definições para as coisas. Recuar no tempo. Avançar no tempo. Ser mirante, ser beiral. Dormir abrigando sonhos.

Quando escrevo, dou lugar às emoções, decifro olhares e desejos desassossegados. Escrevo para oferecer trilhas, tramas e rumores de liberdade.

Eu tenho prazer em escrever porque quando escrevo capto ruídos, segredos, desvarios... Devoro silêncios. Grito, canto, sofro. Jogo pedra nos telhados dos homens. Coloco a alma no barco, o barco na cena. O mar inteiro em uma linha.

Luciana Pessanha Pires
(2º lugar no concurso da Literis Editora)

0 Comments:

Post a Comment

<< Home