Black Billy

Monday, May 29, 2006


artur gomes - ferreira gullar

jura secreta 6

o que ficou
não ficará já foi
a menina dos meus olhos
roubou a tua menina
e levou pra festa do boi

fosse um salgado maranhão
nosso batismo de fogo
25 de março
e o morro queimando em chamas
canto pro tempo nascer

o amor que a gente faria
o sol acabou de fazer

artur gomes
http://sagaranagens.zip.net


poeta: confesso 1
p/julinho de adelaide

o que pode um poeta fazer
se a tua filha chama-se beatriz?

posso somente dizer
que grandes poemas de amor
pra tua filha já fiz

artur gomes
http://babycadelinha.blogspot.com

Saturday, May 27, 2006

poundiana

torquato era um poeta que amou a ana
leminski profeta que amou alice
um dia pós veio uilcon torto
pegou a jóia de ana
e juntou na pereirAlice
com o corpo e alma das duas
foi bovoar assombradado
pra lá de frança bahia
roendo o osso do mito
pois tudo que sartre dizia
o anjo jurou já ter dito
nonada: biúte – ria

artur gomes
in Brazilírica Pereira: A Traição das Metáforas
http://sagaranagens.zip.net


fil buc - filipe fulinaíma gomes

Friday, May 26, 2006

13 de maio na capital

Nas horas de hoje
Palavras são engolidas
Como bolas de fogo
Perfurando e queimando
Da garganta até o anu
Rezo por Paulos
Vigília de mães
Albergue subterrâneo em carne
Santa cidade sanatório cárcere
Carcaças meninas em fila
Chumbo e mutilação urbana
As imagens berram em periferias
Os olhos vivos socados nos aterros sanitários das redes de TVs
Não tem saída humana
Somente o fel das bocas sumidouro
Um só pranto de meninos pretos
Uma espinha de peixe atravessada na garganta
E seqüelas da capital tumbeira.
É a festa da Praça da Sé

Marko Andrade

Thursday, May 25, 2006


engels espírito - abertura do show de BB king - março 2004

Wednesday, May 24, 2006


retalhos imortais do serAfim

jura secreta 4

a menina dos meus olhos
com o sexo à flor da pele
beinca de bem-me-quer

ela ainda pensa que é menina
mas já é quase uma mulher

artur gomes


imagem - manoela afonso

avenida bem brasil

para Aldir Blanc e Moacyr Luz

ontem da central ouvi o rappa
cantando o vapor barato
com a arma apontada
pra cara do desassossego
e outras pedras rolando
no morro do juramento
o santo cristo chorando
com saudades da guanabara
da lagoa de águas claras
e da sua mãe yemanjá
e perto de santa cruz
ouvi moacyr luz
cantar pro santo guerreiro
tirar as flechas do peito padroeiro
que são sebastião do rio de janeiro
não está melhor do que são paulo
mas inda pode se salvar

artur gomes
http://carnavalha.zip.net
http://fulinaimagomes.zip.net
http://babycadelinha.blogspot.com

Tuesday, May 23, 2006


jacineide travassos

O GUARDADOR DE ÁGUAS

Esse é Bernardo. Bernardo da Mata. Apresento.
Ele faz encurtamento de águas.
Apanha um pouco de rio com as mãos e espreme nos vidros
Até que as águas se ajoelhem
Do tamanho de uma lagarta nos vidros. No falar com as águas rãs o exercitam.
Tentou encolher o horizonte
No olho de um inseto - e obteve!
Prende o silêncio com fivela.
Até os caranguejos querem ele para chão.
Viu as formigas carreando na estrada 2 pernas de ocaso
para dentro de um oco... E deixou.
Essas formigas pensavam em seu olho.
É homem percorrido de existências.
Estão favoráveis a ele os camaleões.
Espraiado na tarde -
Como a foz de um rio - Bernardo se inventa...
Lugarejos cobertos de limo o imitam.
Passarinhos aveludam seus cantos quando o vêem.

(Fragmento. Manoel de Barros)

Monday, May 22, 2006


ana paula valenti

Se for possível, manda-me dizer:
- É lua cheia. A casa está vazia -
Manda-me dizer, e o paraíso
Há de ficar mais perto, e mais recente
Me há de parecer teu rosto incerto.
Manda-me buscar se tens o dia
Tão longo como a noite........."

Hilda Hislt

Alucinações Interpo(É)ticas

o que é que mora em tua boca Bia?
um deus um anjo ou muitos dentes claros
como os olhos do diabo
e um a estrela como guia?

o que é que arde em tua boca Bia?
azeite sal pimenta e alho
résteas de cebola
um cheiro azedo de cozinha
tua boca é como a minha?

o que é que pulsa em tua boca Bia?
mar de eternas ondas
que covardes não navegam
rios de águas sujas
onde os peixes se apagam
ou um fogo cada vez mais Dante
como este em minha boca
de poeta delirante
nesta noite cada vez mais dia
em que acendo os meus infernos
em tua boca Bia?

Artur Gomes
In Fulinaíma Sax Blues Poesia
http://carnavalha.zip.net
http://babycadelinha.blogspot.com
http://federicobaudelarie.zip.net

Monday, May 15, 2006


paixão lilás

Thursday, May 11, 2006


carlos guilherme - um grande ator

baby cadelinha

quando estou no cio
qualquer cão entra na minha
não conheço pai nem mãe
meu nome é baby cadelinha
nunca rezei o padre nosso
nem aprendi salve rainha

Baby Cadelinha
http://babycadelinha.blogspot.com


débora barreto

Black Billy

meu amor não dou empresto
a qualquer menino ou menina
você me diz que não presto
pouco importa
não vou bater na tua porta
nem te espreitar na outra esquina
não sou santa nem otária
pro bem-me-quer
reforma agrária
sou de santa catarina


Black Billy
http://balckbilly.blogspot.com
http://arturgomes.zip.net

Wednesday, May 10, 2006

Escuridão

a noite vem
espessa
aos poucos
tinge de negro
os raios de sol .

onde a vida
vibrava
fremia
agora
dorme em paz .

o descanso
vitorioso
cala
o mundo
agora no silêncio .

o ocaso
termina
onde a luz
não mais dominou
vencida pela escuridão .

dalila balekjian

Tuesday, May 09, 2006

Anima

Micro rodas moinhos
Um triz um sopro um circulo
Cata-vento de gira.
Átomo de foto ação
Fagulhas fração ao infinito
Pó de lagrimas vapor.
Poeira de pé menino
Linha um ponto um mínimo
Um quase respiro criar.
Beijo tambor marimba
Um quase toque que anima
Raiz do jogo de inventar

Marko Andrade

Monday, May 08, 2006

movimento InVerso

Tem que acontecer alguma coisa, meu bem
parado é que não dá pra ficar."
Raul Seixas

SabaSauers apresentam: Movimento inVerso
Sexta, 12 de maio - A partir de 20h - R$ 5,00

Subam a bordo da palavra e venham experimentar, fazer e respirar a arte.
Um espaço aberto às múltiplas manifestações artísticas.
Tragam seu talento e sejam bem-vindos!
Poesia, música, teatro e tudo mais!

A irreverência de Rod Britto
A poética travessa do Trio Los Tres
O sagrado e o profano de Sérgio Gerônimo
A rapadura elétrica de Elma Alegria e Gustavo Saba
E muitas outras surpresas!

Barteliê
R. Vinicius de Moraes, 190 - apto 03 - RJ
Ipanema (esquina com Nascimento Silva)

Lembrando que sexta que vem (19 de maio) tem Luciana d'Avila
no Movimento in Pauta, lá mesmo no Barteliê.

Friday, May 05, 2006


imperdível

Thursday, May 04, 2006

toda nudez Não será castigada

roberta agora
só se for cainelli
bruna só se for polleto

vestido pode ser a pele
que encobre
a nudez do esqueleto

o beijo agora
só se for ao vivo
e-mail só se for inteiro

fantasia
só se for de tanga
camila deve ser pitanga

carnaval
a gente transa
em fevereiro

artur gomes


michelly gata

jura secreta

não fosse essa jura secreta
mesmo se fosse
e eu não falasse
com esse punhal de prata
o sal sob o teu vestido
o sangue
no fluxo sagrado
sem nenhum segredo
esse relógio
apontado pra lua
não fosse essa jura secreta
mesmo se fosse
eu não dissesse
essa ostra no mar
das suas pernas
como um conto
do marques de sade
no silêncio
logo depois do susto

artur gomes

Tuesday, May 02, 2006

entre o que tenho
trago e trouxe
duas coisas
me são caras:

mallarmè e baudelaire

um tem a cara dura
o outro
tem a minha cara

federico Baudelaire
viagens insanas

Em silêncio

Minhas mãos habituadas ao amor
Ensaiaram hoje o gesto de sempre
Buscando-te onde já não estás.
Repetiram movimentos conhecidos
Redigiram, no vácuo, mensagens
Que jamais te alcançarão.
Meu olhar buscou-te como dantes
O coração acelerado a esperar
Pela tua passagem que não há
De repetir-se em minha vida.
Meu corpo à paixão acostumado
Ainda se ilumina, ao pensar em ti,
Mas cede, vencido pela penumbra,
Pela sombra da tua ausência,
Recolhendo-se mansamente em silêncio.

Shirley Carreira

REPÚBLIKA DOS SENTIDOS

Porque hoje os sentidos se misturaram
a tarde tem gosto de mangá com beijo
esse acorde perfeito me lembra
o que eu eu já não sei mais
são apenas impulsos normais
de felicidade

eu na sua pele sou eu viva o verso
a tua fala ecoa na minha sala

será em refrigerados salões
o último refúgio daqueles canalhas
eu e você dormiremos na relva
acompanhando o giro do planeta Vênus
estamos indo, o importante é seguir
Porque hoje os sentidos se embaralharam
A noite tem cheiro
de liberdade

luiz ribeiro


retalhos imortais do serAfim

Ancestrófago e/ou Ancestrofágico

meu sangue é afro tupi
eu falo hollandês guarani
tenho poeta no nome
e sobrenome francês
de minha mãe portuguesa
e meu pai polonês alemão
um japonês me convidou
pra comer sushi no Japão
com recheio à Débora Seco
eu devoro Wally Salomão

federico Baudelaire
viagens insanas
vem aí A Quadrilha em seu capítulo final

quando eu cantar te amo

não diga que não sabe
do desejo em tua boca
em tua tua língua tuas pernas
no teu ventre
nos teus cios nos teus seios
eu te habito te procuro
te devasso te proclamo
quando eu cantar te amo
belo horizonte é uma porta
entre /aberta – entre

artur gomes


gabi sá

Retalhos Imortais do SerAfim

atiro contra o tédio infame
pedaços do meu corpo em prumo
poemas refazendo em transe
retalhos de um tecido em partes
seguindo por segundo a trilha
na etérea construção da arte

Artur Gomes


kátia chama

movimento in pauta

“Tem que acontecer alguma coisa, meu bem,
parado é que não dá pra ficar.”
Raul Seixas

Movimento inVerso apresenta: Movimento in Pauta
Sexta, 05 de maio – 21h - $5,00

Poemúsico convidado:

Tony Pelosi com o show
“Olho no olho, cara a cara”

Barteliê
R. Vinicius de Moraes, 190 - apto 03
Ipanema (esquina com Nascimento Silva)
Rio de Janeiro - RJ


tatá